quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Rush - Discografia




Counterparts é o 15º álbum de estúdio do Rush, lançado em 1993. Foi o álbum de maior classificação na Billboard 200 nos EUA, alcançando o 2º lugar (atrás apenas do álbum Vs. do Pearl Jam).  A Atlantic Records afirma que o álbum foi Platina, embora a RIAA o tenha listado como Ouro.
As letras de Counterparts seguem as tendências de Roll The Bones,  com temas profundos e emocionais como principal foco. Algumas letras são sombrias e o clima do disco é um pouco dark, em se tratando de Rush. Ao longo do álbum, há uma nítida influência de hard rock, com faixas pesadas como "Animate" e "Stick it Out". "Leave That Thing Alone" teve indicação para Grammy como "Melhor Instrumental". A canção liderou o Mainstream Rock Tracks por quatro semanas no final de 1993, tornando-se o quarto single da banda a fazê-lo. O peso do álbum é algo impressionante, devido à maturidade da banda e mais uma vez, pela excelência musical do trio. Os teclados adicionais são de John Webster e os arranjos para cordas de “Nobody’s Hero” ficaram a cargo do músico, maestro, compositor e arranjador, Michael Kamen (1948-2003), famoso por várias trilhas sonoras de filmes. A Arte gráfica do CD é algo acima da média, com várias referências à vida da banda.


Faixas
  1. "Animate"
  2. "Stick It Out"
  3. "Cut to the Chase"
  4. "Nobody's Hero"
  5. "Between Sun & Moon"
  6. "Alien Shore"
  7. "The Speed of Love"
  8. "Double Agent"
  9. "Leave That Thing Alone" (Instrumental)
  10. "Cold Fire"
  11. "Everyday Glory"