quinta-feira, 24 de junho de 2010

Rush na calçada da fama



Há pouco mais de dois anos conhecemos as primeiras notícias acerca da confirmação do ingresso do Rush na Calçada da Fama em Hollywood, Los Angeles. A campanha que ajudou o power-trio canadense a obter sua merecida estrela foi liderada pela amiga de longa data deles, Donna Halper, e pelos fãs Keith e Kevin Purdy. A cerimônia está confirmada para amanhã, 25 de junho, às 3 da tarde (horário de Brasília). A estrela do Rush ficará na 6752 Hollywood Boulevard, em frente ao Musicians Institute, e será a de número 2412.

O Rush merece tal reconhecimento pois é, sem dúvidas, uma das mais inventivas e atraentes bandas da história do rock, sendo conhecida por sua musicalidade virtuosa e composições provocantes.

A homenagem chega enfim o trio de rock progressivo formado pelo baixista e frontman Geddy Lee, pelo guitarrista Alex Lifeson e pelo baterista Neil Peart, estes que preparam sua próxima turnê norte-americana, Time Machine, lançando previamente duas novas canções, "Caravan" e "BU2B" - que farão parte do vigésimo trabalho de estúdio, o álbum Clockwork Angels (previsto para o outono de 2011).

No ano passado, uma matéria publicada na revista Rolling Stone mostrava uma cronologia em torno da carreira da banda, elogiando a mesma por sua contínua vitalidade artística, observando que "É bem verdade que o Rush de hoje não significa o que fizeram em 1976 ou até mesmo em 1996. Significa mais".

A duradoura relevância do Rush na cultura pop talvez possa ter sido melhor evidenciada em duas recentes aparições de alto nível: uma rara performance televisiva e entrevista no programa "The Colbert Report", do canal norte-americano Comedy Central em 2008 (a primeira aparição da banda na TV desde 1975), e o papel central no enredo da comédia Eu Te Amo Cara, sucesso de 2009 estrelando os atores Paul Rudd e Jason Segal, onde a banda faz também uma memorável participação.

Começando com seu álbum de estréia "Rush", em 1974, sua extraordinária obra inclui trabalhos formidáveis como 2112 de 1976, Moving Pictures de 1981, Test for Echo de 1996 e o último álbum de estúdio, Snakes & Arrows, que fez uma triunfante estréia no top 200 da Billboard em seu lançamento no ano de 2007, entrando para a lista já na 3ª posição. O sucesso do álbum conseguiu a mais alta colocação da banda desde 1993, bem como o décimo primeiro Top Ten deles nos EUA.

O Rush já vendeu mais de 40 milhões de discos no mundo inteiro, conquistando legiões de fãs e devotos admiradores. De acordo com a RIAA (Recording Industry Association of America - organização sediada em Washington que representa a indústria de gravação nos EUA), as estatísticas de vendas da banda dão ao Rush o terceiro lugar no quesito álbuns de ouro ou platina consecutivos de uma banda de rock, ficando atrás apenas dos Beatles e Rolling Stones. Algumas de suas canções mais populares incluem The Spirit of Radio, Tom Sawyer, Limelight, Closer To The Heart, YYZ, Working Man e Subdivisons.

Os integrantes do Rush já levaram uma série de Juno Awards (prêmios concedidos no Canadá para honrar a excelência de cantores e músicos daquele país), foram indicados várias vezes ao Grammy, ingressaram no Canadian Music Hall of Fame em 1994, receberam a Ordem do Canadá em 1997 (a mais alta condecoração civil dentro do sistema canadense de honras), chegaram à Calçada da Fama canadense em 1999 e em março de 2010 ao Canada’s Songwriting Hall of Fame (Hall que presta homenagens a artistas canadenses em três categorias básicas: compositores, canções e aqueles que têm oferecido contribuições significativas no que diz respeito à música). O Rush é freqüentemente lembrado e respeitado de maneira consistente no mundo todo, sendo a mais bem-sucedida banda canadense de todos os tempos, continuando a ser uma das mais vendáveis em shows ao vivo.

O Rush tornou-se conhecido pelas habilidades intrumentais de seus integrantes, por suas composições complexas e letras ecléticas ligadas fortemente a ficção científica, fantasia e filosofia libertária, assim como trazendo abordagens humanitárias, sociais, emocionais e preocupações ambientais.

Durante o mês de junho de 2010 está acontecendo algo muito especial em torno da banda nas telas de cinema: o documentário "Rush: Beyond the Lighted Stage", que estreou no último dia 10. Os diretores Sam Dunn e Scot McFadyen conseguiram seguir a banda em seus mais de 40 anos de carreira, levando inclusive o prêmio de melhor filme para o público em sua premiére ocorrida no Tribeca Film Festival, em abril desse ano. O documentário inclui entrevistas com fãs famosos como Billy Corgan, Taylor Hawkins, Trent Reznor, Sebastian Bach, Kirk Hammett e Gene Simmons, falando sobre toda influência e admiração geradas pelo Rush. O documentário será lançado em DVD e Blu-Ray no próximo dia 29 de junho.

Após receber sua estrela na Calçada da Fama em Hollywood, o Rush estará concentrado na estréia de sua turnê "Time Machine Tour", que acontecerá em Albuquerque, Novo México (EUA), terminando em 02 de outubro em West Palm Beach, Flórida.



Fonte: http://rushfaclubebr.blogspot.com/