terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Rock - Sir Lord Baltimore


O Sir Lord Baltimore é uma banda de rock americana do Brooklyn, em Nova York, formada em 1968 pelo vocalista e baterista John Garner, Louis Dambra, guitarrista, e o baixista Gary Justin. Eles são notáveis ​​pelo fato de que uma revisão de 1971 do seu disco de estréia, Kingdom Come, continha o primeiro uso documentado de "heavy metal" para se referir a um estilo de música.  Além disso, Sir Lord Baltimore contou com um baterista como lead vocal, tradicionalmente uma raridade em rock e heavy metal.  O grupo foi chamado de "o padrinho do stoner rock".
Em 2006, Garner e Dambra reunidos como Sir Lord Baltimore, lançou um novo álbum, “Sir Lord Baltimore III Raw”. No entanto, sem o foco positivo de seu trabalho anterior.  Justin, que não era mais um músico ativo, não participou.


  

A carreira do SLB é dividida em dois períodos distintos: sua formação original, período durante o qual lançou dois álbuns de estúdio e começou um terceiro; e a reunião de John Garner e Louis Dambra em 2006.
Tendo se conhecido na escola, Garner (o criador da banda), Dambra e Justin começaram a ensaiar juntos em 1968. No momento de sua formação, Dambra (como Louis Caine) também foi tocar para um grupo chamado The Koala, que lançou um LP homônimo em 1969. Além disso, Justin cita Jack Bruce, do Cream, como uma influência sobre sua escolha de carreira precoce.
Depois de um tempo relativamente curto, a nova banda fez um teste para Mike Appel, que trabalhava então como um caçador de talentos e, mais tarde, lançou e gerenciou a carreira de Bruce Springsteen. Appel concordou em orientá-los e supostamente lhes deu o nome Sir Lord Baltimore, e mais tarde co-escreveu as letras, ajudando a organizar e coproduzir o álbum de estreia.
Esse álbum, “Kingdom Come”, foi gravado no Vantone Studios e desenvolvido por Nick Masse do lendário Four Seasons, de West Orange, Nova Jersey, com Jim Cretecos servindo como coprodutor de Appel. Faixas adicionais, mixagem, e overdubbing foram feitos em Nova York, no Electric Lady Studios, fundado por Jimi Hendrix e o lendário engenheiro de som Eddie Kramer, conhecido por seu trabalho com Hendrix, Kiss, e muitos outros. De acordo com Appel, o Pink Floyd teve a oportunidade de ouvir Sir Lord Baltimore durante estas sessões, e ficaram impressionados.

Lançado pela Mercury Records em 1970, Kingdom Come caracteriza-se por um rock 'n' roll muito acelerado, com altos níveis de distorção na guitarra e, em alguns casos, o baixo, e extensa multi-tracking para aumentar ainda mais o som da guitarra.  Embora este estilo de rock 'n' roll tenha se tornado popular tempos depois, era consideravelmente diferente da maioria do rock daquela época.
Em 19-20 fevereiro de 1971, o SLB tocou em noites consecutivas no Fillmore East de Nova York para bandas que incluíam a J. Geils Band e Black Sabbath, como parte da turnê Paranoid deste último. Uma foto da faixa usada no programa do Fillmore East foi mais tarde utilizada como capa de seu álbum de reencontro em 2006, Sir Lord Baltimore III Raw.
Em maio de 1971, Mike Saunders (do mais tarde famoso Angry Samoans) escreveu uma resenha favorável sobe o Kingdom Come para a revista Creem. De nota histórica foi a declaração de Saunders que "... Sir Lord Baltimore parece baixado todos os melhores truques de metais pesados ​​do livro." Até aquele momento, este parecia ter sido o primeiro uso impresso do tyermo "heavy metal", para fazer referência a um gênero musical.

Lançado no mesmo ano, “Sir Lord Baltimore” marcou uma mudança de direção, com o ritmo frenético de Kingdom Come dando lugar a canções mais lentas que lembram a música produzida pelos colegas de outras banda de hard rock. Sir Lord Baltimore expandiu para quarteto neste álbum, com o irmão de Louis Dambra, Joey, juntando-se como um segundo guitarrista. Este álbum contém a gravação supostamente ao vivo de "Where Are We Going”, gravada no estúdio da Mercury.  O público foi “dublado”, uma vez que o produtor pensou que era uma boa ideia incluir uma faixa "ao vivo".
Sua carreira começou a desvanecer-se após o lançamento do álbum “Sir Lord Baltimore”, e a banda culpou publicamente as drogas pela queda inicial, além de vendas baixas e o não pagamento de royalties.  No entanto, a banda começa a trabalhar em meados de 1970, para um álbum inédito originalmente agendado para 1976, e as músicas escritas para esse projeto acabaram sendo utilizadas em “Sir Lord Baltimore III Raw”.
Em 1994, os dois primeiros álbuns foram relançados em um único CD, “Kingdom Come/Sir Lord Baltimore”, mas, no entanto, a lista de músicas do CD combinado difere das gravações originais. Kingdom Come foi lançado novamente separadamente em 2007.

Cerca de 30 anos depois da dissolução da banda, Garner e Dambra se reuniram para gravar e distribuir um novo álbum do SLB, “Sir Lord Baltimore III Raw”, em julho de 2006. Garner produziu o álbum. A maioria das linhas de baixo foi escrita por Tony Franklin, com o guitarrista Anthony Guido e o baixista Sam Powell sendo creditados como músicos convidados. Embora a música do álbum tenha sido escrita originalmente para o lançamento abortado de1976, as letras foram modificadas para apresentar um ponto de vista sutilmente cristão, porque além de seu trabalho com Sir Lord Baltimore, Dambra era um pastor ativo que ministrava para as famílias de sem tetos de Los Angeles, Califórnia.
Em 2007, John Garner e o guitarrista sueco Janne Stark da Overdrive and Locomotive Breath Band gravam uma versão moderna de "Woman Tamer" do segundo álbum do SLB, já que nem Louis ou Joey eram membros ativos naquele momento. Em março de 2008, foi anunciado que John Garner & Janne Stark, com um baixista selecionado, fariam uma aparição no Rock Festival, na Suécia, em junho de 2008, mas a falta de pagamento e outras circunstâncias impediram.

Integrantes

• John Garner - vocais, bateria
• Louis Dambra - guitarra
• Gary Justin - baixo (Kingdom Come, Sir Lord Baltimore)
• Joey Dambra - guitarra (Sir Lord Baltimore)
• Tony Franklin - baixo - (músico convidado, "Sir Lord Baltimore III Raw")
• Anthony Guido - guitarra (músico convidado, Sir Lord Baltimore III Raw)
• Sam Powell - baixo (músico convidado, Sir Lord Baltimore III Raw)
• Stephen Capuano - teclado (saiu antes de Sir Lord Baltimore tornar-se um hit)


Discografia

• Kingdom Come (1970)
• Sir Lord Baltimore (1971)
• Sir Lord Baltimore III Raw (2006)
• Kingdom Come, Sir Lord Baltimore (1994 PolyGram, 2003 Red Fox) - Coletânea