segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Grammy

Robert Plant e Alison Krauss dominam Grammy com tributo folk (Por Dean Goodman)

LOS ANGELES (Reuters) - O ex-vocalista do Led Zeppelin Robert Plant recebeu cinco prêmios Grammy no domingo, incluindo o de álbum do ano por sua colaboração aclamada com Alison Krauss, conhecida como "a rainha do bluegrass".
O músico de 60 anos, que é conhecido nos anais do rock como o vocalista de uma das maiores bandas dos anos 1970, foi um entre vários artistas britânicos a ser destacado na entrega do Grammy, o prêmio mais importante da indústria fonográfica mundial.
Outros britânicos premiados incluem a banda de rock Coldplay, que recebeu três troféus, incluindo o de canção do ano; a novata de 20 anos Adele, que levou dois Grammy, incluindo o de artista revelação; e a novata galesa Duffy, que ganhou o Grammy de álbum pop vocal.
Plant e Krauss, 37 anos, foram os premiados nas cinco categorias em que tinham sido indicados. Eles também receberam o Grammy de disco do ano por "Please Read The Letter", uma nova versão de uma canção que Plant compôs com seu ex-colega de banda Jimmy Page, e prêmios nas categorias pop, folk/americano e country.

"EMOCIONADO"
"Estou perplexo", disse Plant ao receber o Grammy de álbum do ano, o prêmio final do evento.
Nos bastidores, ele disse a jornalistas que estava especialmente emocionado por receber o prêmio de álbum folk/americano.
"Estou tão feliz por estar ligado a isso, porque faz parte das raízes do Led Zeppelin", disse ele.
"Raising Sand", em que Plant e Krauss retrabalharam velhas baladas folk e canções de R&B, foi sucesso instantâneo de público e de crítica. Plant rejeitou uma muito comentada possível reunião do Led Zeppelin, optando em lugar disso por percorrer a Europa e América em turnê com Alison Krauss.
O Led Zeppelin nunca recebeu um Grammy durante seus anos ativos, entre 1968 e 1980, quando a banda se desfez após a morte do baterista John Bonham. As únicas vitórias de Plant até agora tinham sido por uma colaboração feita com Jimmy Page nos anos 1990 e por uma canção de "Raising Sand" com Alison Krauss, no ano passado.
Com 26 vitórias no Grammy, Krauss agora está empatada com o maestro francês Pierre Boulez como a terceira artista mais homenageada nos 51 anos de história do Grammy. Ela só é superada pelo falecido regente de música erudita sir Georg Solti (31 Grammy) e o prolífico produtor e compositor Quincy Jones (27).
A banda Coldplay, que recebera sete indicações, acabou levando para casa três Grammy. Ela ganhou o Grammy de canção do ano por "Viva la Vida", o sucesso que inspirou uma ação por plágio movida pelo guitarrista Joe Satriani, que alega que a canção copiou uma criação dele. O Coldplay também ficou com o Grammy de melhor álbum de rock por "Viva La Vida Or Death And All His Friends".