sexta-feira, 15 de maio de 2009

Qualquer semelhança é mera coincidência






Com excesso de peso, onça "Ronaldinha" é operada!
Foi um sucesso a cirurgia no joelho da onça apelidada pelos veterinários de "Ronaldinha", pela similaridade do problema e pelo peso apresentado(!?). Com excesso de peso, a suçuarana já não conseguia encostar uma das patas no chão. Só fazendo mesmo muita força pra conseguir levar a onça gorducha até o hospital. Lá ela ficou quase três horas na mesa de cirurgia. O problema era na pata traseira do lado direito. Os veterinários tiveram que refazer os ligamentos do joelho direito, que tinham se rompido. No local foram implantados fios sintéticos. A lesão era tão grave, que ela já não conseguia se apoiar no chão normalmente. A vida em cativeiro contribuiu para o excesso de peso. Mas o jeitão da onça também ajudou a bater nos 50kg. Demais para uma suçuarana. “É mais personalidade mesmo, ela é um pouco sedentarinha mesmo, não é sedentária, ela não se movimenta muito, ela não é de fazer muito exercício. Ela come, dá uma voltinha pelo recinto e dorme”, diz Fernanda Magalhães, veterinária do zoológico de Guarulhos. Como toda fêmea madura, a onça tem idade incerta, gordura na barriga e nenhuma disposição para se exercitar. Pior: agora, depois da cirurgia, ela vai ter que passar o resto da vida fazendo regime. Não vai ser alface. Mas dos 4 kg diários de carne, ela só vai poder comer 1,5kg. No máximo 2kg. E a meta é de arrepiar qualquer um. “Talvez tenha de perder algo em torno de uns 10kg, pelo menos”, diz Luis Artur Giufrida, veterinário. Pobre da onça. O tempo médio de recuperação dessa cirurgia no Hospital Universitário de Guarulhos é de três meses. A onça já voltou da anestesia e foi levada de volta ao zoológico, onde vai ficar isolada. A suçuarana é uma espécie ameaçada de extinção.